As redes sociais abriram um novo meio de comunicação entre empresas e consumidores. Ou seja, as redes sociais tornou-se num meio de comunicação acessível na percepção do mercado. É um meio de comunicação rápida e directa necessário para os consumidores. É importante adquirir uma estratégia bem formado para actuar nas redes sociais porque a exposição da empresa passará a ser grande. Basicamente um depende do outro. Por outras palavras, enquanto as empresas enviam informações sobre produtos e serviços, os consumidores, facilmente, conseguem postar criticas que podem comprometer a empresa e os seus produtos.

O YouTube é um dos sites que permite as empresas promoverem vídeos para apareceram no top da lista de vídeos recomendados, fazendo com que as pessoas “corram” atrás da propaganda e não ao contrario, ou seja, que a empresa vai atrás dos consumidores para divulgar os seus produtos e serviços.

Também a outro forma de divulgar. Refiro-me a promoção de um perfil nos microblogs, com finalidade de conseguir seguidores e divulgação de produtos e serviços. Por exemplo, a Dell Computers facturou uma grande quantia (1 milhão de dólares) através de uma campanha  de envio de mensagens para os seguidores sobre promoções de vendas de computadores. Foi uma forma eficaz, na minha perspectiva, pois mostra que o poder das redes sociais, divulgando as promoções. Mas ao divulgar seja qualquer produtos, utilizando o serviço gratuito, as redes sociais tem técnicas mais conhecidas por freemium que funciona como um serviço gratuito, mas para ser possível promover ou ter acesso a mais serviços, terá que pagar.

Oferecer conteúdo de valor na Internet de forma gratuita que permite explorar produtos freemium e o trabalhar com o chamado marketing de reciprocidade, ou seja, em algum momento alguém que recebeu um benefício era retribuir, de preferência comprando algum produto e serviço da empresa.

E assim funciona o comércio electrónico e as Redes Sociais.