Frases como “estou muito mais gorda” ou “olha a cara que eu fiz” são frequentemente encontradas em comentários de fotografias postadas nas redes sociais. Isto já todos nós vimos certamente. Agora, serão estes comentários depreciativos assim tão actuais como se julga? A resposta é simples: não. Quem o afirma é o escritor e cineasta Ransom Riggs que dedicou algum do seu tempo a pesquisar fotografias do século passado e se apercebeu que comentários críticos feitos pela própria pessoa presente no retrato eram frequentes.

“Uma coisa que eu encontrei muito foram fotos onde as pessoas escreveram coisas depreciativas – geralmente sobre elas mesmas – na parte de trás. ‘Eu estou tão gordo!’ é um tema extremamente comum. Acho que as pessoas estavam tão preocupadas com seu peso (e constrangidas com as próprias fotos) 50 e 60 anos atrás como estão hoje.”, comentou Riggs após a sua pesquisa.

O facto de os comentários continuarem extremamente equiparados prova que o respeito por nós não se alterou muito ao longo dos anos e que, afinal, os tempos não alteraram assim tanto as mentalidades que cada um de nós tem sobre si mesmo.

Alguns exemplos dessas fotografias:

Self-Deprecating-Photos1“Eu fiquei horrível por isso coloquei tinta na minha cara e apaguei-a.”/”Essa ficou terrível, não mostre a ninguém.” – Pode ler-se na legenda e no verso da fotografia

Self-Deprecating-Photos2“Queria ser tão fotogénico como o cão” – Pode ler-se no verso da fotografia

Para consultar mais fotografias: http://www.bluebus.com.br/comentarios-em-fotos-antigas-sao-os-mesmos-das-redes-sociais-de-hoje-veja/ (através do scoop it!)

Joana Pires nº20130751