Um dia entras na internet e vês que todos os teus amigos estão a compartilhar um vídeo novo ou uma foto que tem imensos comentários, likes e partilhas sobre aquela publicação ou temas parecidos, logo são criadas novas plataformas (imagens, gifs, vines, covers) para espalhar, na maioria das vezes satiricamente, uma informação ou expressão isolada usada no vídeo, estes são os virais da internet.

O que são os virais da internet?

O conceito de “viral” vem realmente dos vírus de computador e de doença, em que é assumida uma dinâmica “transmissível”, em que o conteúdo é passado de pessoa para pessoa, muita das vezes num processo rápido e acontece de uma forma inesperada. A meu ver os virais da internet hoje em dia, mais do que uma tendência, estão se a tornar uma nova cultura e um novo modo de comportamento social, conforme os interesses e identificação. O pesquisador da Universidade de Cornell nos Estados Unidos, Jon Kleinberg, diz que os comportamentos das pessoas mudam conforme a evolução da internet.

“As actividades da web são impulsionadas por circuitos de feedback (respostas). É preciso pensar na estrutura da internet, mas também no comportamento do usuário para, assim, saber como o comportamento vai influenciar essa estrutura”, disse Kleinberg em entrevista ao Creative Commons.

Vídeos Virais

As plataformas audiovisuais são as que possuem maior potência para se tornarem virais na internet. Os vídeos virais (em sua maioria vídeos de humor) costumam se espalhar de forma descontrolada pelas principais redes sociais. São geralmente vídeos curtos, com mensagem pouco informativa e bastante satírica. 

Um dos exemplos mais notáveis quando se fala em vídeos virais, é a música Gangam Style, do sul-coreano Psy. O alcance que o cantor obteve com o viral da internet, devido às redes sociais, transformou-o num fenómeno mundial, arrecadando a histórica marca de 1,7 biliões de visualizações no Youtube com o single.