As novas tecnologias digitais devem ser utilizadas como uma ferramenta para a aprendizagem e não como um fio condutor de informação.  O caso dos Gadgets, como por exemplo, os tablets e smartphones, é o mais evidente, visto que as crianças, são a parte da população que mais consome a sua atenção para estes aparelhos.

Segundo, Marcus Garcia, o organizador da série de livros ” A Escola no Século XXI“, ” os nativos digitais, que nasceram no século XXI, já dedicam boa parte do seu tempo para essas novas tecnologias. Mas , é preciso entender que elas devem ser  utilizadas apenas como ferramentas para as práticas comunicacionais e não condutoras de aprendizagem colaborativa”. Não são só as crianças, mas também se aplica esta questão aos adultos, mas no entanto, estamos a falar do tema da educação que está mais ligado ás crianças.

Este professor refere que este tipo de aprendizagem, a aprendizagem colaborativa tem como objectivo valorizar a interação para o processo de construção do conhecimento. Para essa construção do conhecimento, seriam escolhidas ferramentas definidas por diferentes questões.  Depois que a internet passou a ser um mídia é natural que exista uma normal transformação, visto que se foram sendo inseridas diversas aplicações e diversos mecanismos de busca. Essa transformação, em sucessão, transforma a maneira como a sociedade interage, tal como o seu comportamento. Assim , a transformação chegou cada vez mais rápido ás escolas, tal como ás pessoas que estão ligadas a esta.

Podemos então, distinguir dois tipos de educação, o ensino tradicional  e  aquele que está relativo á aprendizagem colectiva. As características do ensino tradicionais são:  o facto de o professor, ser o responsável pela aprendizagem,  os alunos são passivos,  o aluno trabalha com material escrito, recebe informação e é um trabalho de conquistas individuais. Por outro lado, as características da aprendizagem colectiva são:  o facto de o aluno ser responsável pela aprendizagem, o facto de os alunos serem ativos e o facto de os aluno ter a possibilidade de ter acesso a inúmeras informações por meio das novas tecnologias educacionais e é acima de tudo, um trabalho colaborativo.

Para este professor,  a escola precisa cada vez mais de absorver estas novas tecnologias digitais e as suas transformações. A utilização destas mesmas tecnologias tornam-se úteis para existir uma obtenção de melhores resultados, visto que as novas tecnologias chamam novas aplicações, deixando aquelas mais tradicionais, como os cartazes e panfletos para trás, para o passado. O papel do professor, neste crescente de tecnologias digitais , é mais o de guia e orientar os estudantes para estes terem um olhar mais crítico, para assim desenvolver aptidões, que podem aplicar em várias situações da vida, como em termos familiares, em sociedade ou até mesmo escolares.

Aqui têm um vídeo que demonstra qual o impacto das tecnologias na educação, e em que modos é que a influencia. 

Fonte: http://www.dino.com.br/releases/a-influencia-das-tecnologias-digitais-na-educacao-dino89021381131

Através de : scoop it