Especialistas em trabalho apontam tendências para as relações profissionais, o escritório e até as cidades.g

O escritório está a adaptar-se a um novo tipo de trabalho, no qual comunicação, criatividade e inovação são tão importantes quanto eficiência. “Esses ambientes reflectem a compreensão de que um bom lugar para trabalhar precisa proporcionar conforto e qualidade de vida para que o profissional renda o máximo”, diz o inglês Philip Ross, CEO da UnWork, consultoria de inovação no trabalho.

É assim que ele observa a vida profissional nos próximos anos. As novas tecnologias também permitem a superação de barreiras de tempo e espaço. O lugar de trabalho deixa de ser a sede da empresa  para ser qualquer ponto da cidade — a sala de casa, um café.

Essas transformações criam novos hábitos: com quem trabalhar, o que fazer no tempo livre ou onde se encontrar para uma reunião. As cidades também são reconfiguradas de acordo com as mudanças. “Trabalho é algo que se faz, não um lugar para onde se vai”, diz o arquitecto André Brik, de Curitiba, autor do livro Trabalho Portátil.

De acordo com o estudo destes especialistas damos conta de que o mundo está em constante mudança em vários níveis nomeadamente no local “físico” onde exercemos a nossa profissão. Porém não eram necessários estes estudos para qualquer pessoa comum se apercebe de está sempre a ocorrer alterações.

Num passado, não muito longínquo, para se exercer uma profissão tínhamos de estar no local, para verificarmos o que foi feito na empresa no mês passado tínhamos de consultar pastas e dossiers gigantes enquanto que hoje está tudo disponível em formato digital e, entre outras coisas, permite que as informações estejam muito mais organizadas e de fácil acesso.

O formato digital trouxe muitos benefícios mas, a Internet e os vário avanços tecnológicos ainda proporcionaram maiores benefícios para a sociedade. Para se trabalhar basta termos um computador, tablet ou até mesmo um iphone ligado à internet para se poder realizar as nossas tarefas. Com todos estes avanços podemos trabalhar onde quiseres e sem ter de seguir qualquer protocolo de vestuário.

Fonte: ferramenta scoop.it

http://exame.abril.com.br/revista-voce-sa/edicoes/185/noticias/o-trabalho-do-futuro