Atualmente, existem na esfera pública inúmeros youtubers. Estes fazem parte da Geração Z e caracterizam-se por criarem vídeos, principalmente de cariz cómico nos  seus canais. Aqui nota-se um crescimento de uma Geração para outra, a X caracteriza-se pela globalização da Internet onde os usuários além de consumidores eram também produtores, além disso existiu a criação de blogs onde os usuários redigiam nos seus blogs opiniões e críticas ou elogios sobre produtos, o que criava “problemas” ao marketing das publicidades enganosas.

A geração Z  caracterizada pelos youtubers, estes usam a Internet nomeadamente o site do youtube para fazer vídeos como sátiras a problemas da sociedade, bem como imitar anúncios comerciais que passam na televisão entre outros.
A Internet potenciou a divulgação destes vídeos e o reconhecimento deles. Em Portugal, existem cada vez mais youtubers que devido ao uso da Internet conseguiram milhões de visualizações e curiosamente, o que se passa nos canais destes youtubers passa a ser notícia na televisão. Existe vários casos de usuários do youtube que querem fazer vídeos-fenómeno com o intuito de ganharem visualizações, e alcançarem a fama.
Existe o famoso caso de Hélio, que protagonizou uma queda de skate numa descida em 30 segundos e que, ficou de tal forma conhecido que passou em programas televisivos dos E.U.A.

Vídeo-fenómeno de Hélio:

A sua famosa frase “O medo é uma cena que a mim não me assiste” e “sai da frente Guedes”  tornou-se de tal forma viral, que começou a fazer parte de publicidades (MEO, “”O Meo é uma cena a que eu assisto” ), roupa, acessórios, entre outros.

Um caso recente de uma publicidade dos camiões da marca Volvo protagonizado pelo actor Van Damme, criou imensos vídeos no youtube a tentarem satirizar este vídeo. Um deles, é de um português que passou nas notícias da Sic. Portanto, a Internet permite a divulgação de milhões de vídeos de usuários que por determinados fatores se torna viral.

Youtuber no canal de notícias com a satirização de um vídeo similar com o de Van Damme:

van damme

 

Existem inúmeros youtubers que estão a ficar reconhecidos e a partir deles várias marcas se querem associar como o “wtf” da moche. Estes estão através dos seus canais no youtube a tornar-se conhecidos. Muitos deles já começaram a apresentar programas como o “curto circuito” na Sic Radical.

Fontes: Youtube